Maior regulação em bancos aumenta custos em compliance

A maior regulação para combater crimes financeiros fez o custo de compliance disparar, mas não eliminou os riscos no setor

A maior regulação para combater lavagem de dinheiro, evasão fiscal e golpes financeiros nos últimos cinco anos fez o custo de compliance de bancos globais passar de 1 bilhão de dólares anuais. No período, o banco americano JP Morgan contratou 14 000 funcionários na área de compliance e controles; e o Citi, 10 000.

No alemão Deutsche Bank, o investimento total em sistemas e controles foi de 1,5 bilhão de dólares. Segundo um mapeamento da consultoria Bain&Company, isso não eliminou os riscos e, em muitos casos, piorou a experiência dos clientes. A maioria dos bancos usa diversos sistemas de riscos e carece de dados básicos — mais de 60% dos cadastros não têm a data de nascimento do cliente, por exemplo.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.