Encurralado, Buscapé negocia consultoria Ebit

Em meio a reformulação, empresa tenta vender o ativo para investir no novo modelo de negócios e melhorar seu balanço de 2017

O site de comparação de preços Buscapé está vendendo a consultoria de informações para comércio eletrônico Ebit. De acordo com o que apurou EXAME, o valor gira em torno de cinco milhões de reais. A negociação está mais avançada com a americana Nielsen, que também trabalha com informações e pesquisas de mercado, mas outros dois grupos do setor estão interessados, o britânico WPP e o alemão GFK.

A Ebit é responsável pelas principais pesquisas sobre o e-commerce no Brasil, como o relatório Webshoppers, que desde 2001 é a referência sobre a evolução do mercado no país. O Buscapé passa por um momento de crise e está mudando seu modelo de negócios, deixando de ser apenas um comparador de preços para tornar-se um marketplace, onde diversos lojistas podem vender seus produtos, conforme EXAME adiantou em sua última edição. O problema é que, com a mudança, ele passa a ser concorrente de seus principais clientes, responsáveis por boa parte de seu atual faturamento.

O valor da negociação da Ebit deve ser utilizado para investir no novo modelo de negócios, além de ajudar a melhorar o balanço da empresa neste ano difícil. Procurado, o Buscapé afirmou que não comenta rumores de mercado.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.