Clima interno na fintech Neon continua tenso após liquidação do Banco

Desde a liquidação e o início da parceria com o Banco Votorantim, a fintech perdeu clientes e demitiu uma série de funcionários.

O clima interno na fintech Neon Pagamentos continua tenso após a liquidação do Banco Neon, ocorrida em maio. No fim de agosto, Daniel Benevides, um dos fundadores e diretor de design da empresa, foi demitido. No mesmo dia, Camila Monteiro, responsável pelo RH, também foi demitida e deu indiretas à antiga empresa nas redes sociais: disse que a Neon não respeita funcionários. Desde a liquidação e o início da parceria com o Banco Votorantim, a fintech perdeu clientes e demitiu uma série de funcionários. Procurados, empresa e ex-funcionários não quiseram comentar o caso.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.