O Brasil que começa a se recuperar

Segundo estudo divulgado pelo Itaú Unibanco, quatro setores da economia já não sofrem mais com os efeitos da crise sanitária; agro é destaque

Aos poucos, o Brasil começa a se recuperar dos graves efeitos do novo Coronavírus. Relatório divulgado pelo Itaú Unibanco sobre a retomada econômica pós-pandemia mostra que alguns setores já conseguem sair da crise e voltar às atividades com o mesmo crescimento registrado no primeiro trimestre deste ano, antes da avalanche que desligou a economia da tomada.

O setor que lidera a recuperação é o agronegócio. Isso não é novidade: a advogada e consultora graduada pela Faculdade de Direito de Curitiba, Samanta Pineda, explicou o porquê desse sucesso do agro em entrevista recente ao Instituto Millenium.

“O setor sempre foi o protagonista da economia, por ser o responsável pelo superávit da balança comercial. Em um momento de crise, com o fechamento do comércio e a paralisação da prestação dos serviços, o agro é a esperança de que a economia brasileira siga funcionando”, disse.

+ O Brasil que não parou

Outra área com boa recuperação apontada no estudo foi o setor de alimentos, que já supera o segundo trimestre de 2019; e o setor tecnológico – incluindo itens como os aplicativos de entrega e e-commerce. A construção civil também se destacou: de acordo com o Secovi-SP, em agosto, foram vendidos 6.350 apartamentos novos, 46,3% a mais do que em julho passado e 35% acima de agosto de 2019.

“Entre os setores quentes, também nos chama a atenção a construção civil, com uma recuperação puxada principalmente pela demanda habitacional, tanto em venda de imóveis novos quanto na reforma dos imóveis antigos, com impactos fortes na demanda da indústria de materiais de construção”, aponta a pesquisadora Silvia Matos, do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (Ibre/FGV), em entrevista ao Estadão.

Saiba mais no Clube Millenium!

Quer saber mais sobre o momento do agronegócio e as perspectivas para o futuro do setor? Clique, assine o Clube Millenium e veja o webinário exclusivo sobre o assunto! Samanta Pineda, José Luiz Tejon e Maria Stella Damha analisaram o tema. Clique e veja o debate!

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?

Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?

Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis

Já é assinante? Entre aqui.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.