Juros baixos não são desculpa

É possível ter alta rentabilidade nos investimentos

Meus investimentos renderam 9.40% em dezembro, o que equivale a 2509.73% do CDI.

Em 2019, a carteira toda, incluindo colchão financeiro que sofreu com a queda dos juros, dinheiro em conta e aquele troquinho que fica no bolso da calça, acumulou 12.50% de rentabilidade, ou 807.72% do CDI.

Dezembro foi marcado pelo desaquecimento dos riscos geopolíticos e surpresas positivas no Brasil, com o IBOV apresentando retorno de 6,85% e atingindo o patamar de 115 mil pontos.

No último mês, os mercados globais mostraram otimismo com o alívio das tensões comerciais entre EUA e China. E nem me fale de terceira guerra mundial, isso é uma piada desesperada para vender manchetes por quem não conhece outro caminho senão o medo e o sensacionalismo.

Ainda espero uma recuperação da atividade industrial, deprimida ao longo do ano passado e aqui no Brasil, surfamos esta mesma onda positiva, contribuindo também para a surpresa positiva do PIB do 3º trimestre, a revisão da perspectiva da nota de crédito do país de “Estável” para “Positiva” pela S&P, uma das principais agências de rating do mundo, e o forte crescimento dos empregos em novembro. Será? 2019 foi muito bom para os investimentos de quem sabe investir

Mauro Calil é Fundador da Academia do Dinheiro

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.