Nosso maior ponto fraco

Qual a maior fraqueza de todo empresário? Qual seu maior inimigo para chegar ao sucesso? Qual a causa número um do fracasso da maioria das strart-ups, que surgem aos milhares todos os dias nos quatro cantos do mundo? Por incrível que pareça a resposta para todas estas perguntas é a mesma, e tenho certeza que será dura para você ouvi-la…

Vamos manter um pouco mais o mistério afinal uma revelação tão importante merece um certo grau de suspense. Vou dar uma dica. Qual a primeira coisa que o seu GPS pergunta quando você o liga querendo saber o caminho que deve seguir para chegar a um destino qualquer? A pergunta sempre é: “Qual a sua localização atual?”. Sem essa resposta não há como traçar qualquer caminho. E com essa resposta incorreta, o caminho indicado também será errado, pois já a primeira curva sugerida te levará a um lugar não desejado e, provavelmente, mais longe do destino desejado.

Saber onde estamos é o principal segredo para chegarmos aonde queremos. Mas infelizmente a grande maioria das pessoas não tem idéia de onde está. E isso acontece porque é difícil assumir certas coisas. Por isso pintamos em cores falsas a realidade em que vivemos e tomamos decisões falhas para nossas vidas e nossas carreiras. No último curso que dei de investimentos coloquei a prova esta tese. Fiz a seguinte pergunta para o grupo de mais de 700 pessoas: “Em relação a este grupo, você se considera mais motivado a enriquecer do que a média, menos motivado do que a média ou na média”.

Analisando a resposta, 73% das pessoas se considerou acima da média, 25% na média e 2% somente abaixo da média. Não existe possibilidade matemática de estas respostas estarem corretas! Simplesmente porque a média é… bem, a média é a média, onde a maior parte das pessoas está! Isto quer dizer que a maior parte das pessoas que se achou mais motivada do que a média estava errada e precisava buscar mais motivação se desejasse estar neste patamar. Pior do que isso, uma boa parte dessas pessoas estava em realidade no outro extremo das alternativas, o das pouco motivadas, e sequer imagina isso!

A mesma lógica vale para quase tudo o que pensamos sobre nós. Pesquisas super extensas mostram que mais de 80% das pessoas acha que é mais inteligente do que a média, dirige melhor do que a média e acha que tem um bom senso maior do que a média. Quase todos errados! E por estarem errados não conseguem ver o que precisam para evoluir e superar seus desafios. Tudo isso acontece porque as pessoas têm uma dificuldade enorme de aceitar uma dura realidade: nós somos, na maioria das vezes, a média! Ser a média não tem nada de ruim, é simplesmente uma realidade matemática. A hora que aceitamos isso descobrimos que basta olhar ao redor para saber onde provavelmente estamos. E assim, saberemos com muito mais clareza o que fazer.

Você abriu sua empresa agora na internet? Então saiba que com mais de 90% de chance ela não prosperará, afinal você é parte da média. Se você aceita essa realidade e não se engana, irá criar defesas muito mais robustas e se preparar para os desafios que certamente irá enfrentar, o que curiosamente aumentará suas chances podendo te jogar para fora da média! Você é um atleta e quer ser campeão brasileiro? Saiba que sua chance de conseguir é muito menor do que 1% e portanto terá de treinar com muito mais afinco do que quando se engana achando que suas chances são de 50%. Lembre-se, você provavelmente tem a capacidade média dos atletas. O segredo não é se achar acima da média, e sim descobrir o que precisa ser feito para se tornar acima da média.

Tudo isso vai aparentemente contra aquele discurso motivacional de que basta acreditar para conseguir. Acreditar até ajuda, afinal sempre repito que apesar de muita gente motivada morrer escalando o Everest, nenhuma chega lá em cima sem estar motivada. Mas começar a jornada a partir de uma perspectiva realista, se preparando com o que é realmente preciso para os desafios que virão, normalmente é o que faz diferença entre um caminho percorrido com sucesso e outro que termina nas primeiras curvas…

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 1,90

Nos três primeiros meses,
após este período: R$ 15,90

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.
Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.