A grande transformação depende sempre do principal: gente

Sem as pessoas certas, qualquer empresa vai fracassar – não importa qual seja a genial ideia

Por: Alfredo Soares

Não importa quantas vezes você leia que “X” tecnologia é transformadora e muda tudo. É mentira. O que realmente muda qualquer cenário, seja ele varejo ou um processo industrial, é o que realmente importa nisso tudo: gente. Sem as pessoas certas, qualquer empresa vai fracassar – não importa qual seja a genial ideia por trás dela. Tratar e treinar bem as pessoas é fundamental para o sucesso de qualquer empreendedor.

Eu conversei sobre o assunto com Mônica Hauck, CEO e co-fundadora da Sólides. A empresa dela é pioneira na gestão de pessoas, de ponta a ponta – auxiliando não apenas na contratação da pessoa certa, mas também no engajamento e retenção deles. Vem conferir:

Qual é a importância do capital humano para uma empresa se desenvolver?

Na nova economia, o jogo que se joga nas empresas é um jogo de gente. Isso significa que os processos de automação de atividades consideradas essenciais para as empresas não substituem o valor do capital humano, sendo este, inclusive, um diferencial competitivo no mercado. Quem investe no Capital Humano investe em inovação, criatividade e desenvolvimento. Uma empresa inteligente é aquela que trata o capital humano como um ativo precioso, atraindo, engajando e desenvolvendo os melhores talentos.

Como as organizações podem encontrar os melhores talentos?

Para atrair os melhores talentos é preciso investir em frentes estratégicas dentro da empresa, e se empenhar para fortalecer a cultura organizacional é uma boa maneira de começar. Afinal, é impossível atrair a pessoa certa para o cargo certo se a missão, visão e valores do negócio não estão alinhados e bem definidos. Atividades consistentes e estruturadas de employer branding, por exemplo, podem facilitar bastante a atração de talentos.

Mas não é só isso. O desafio é encontrar as pessoas certas que vão mexer no ponteiro de resultado do seu negócio. Para tanto, também é necessário ter um time de Gente e Gestão estruturado e estratégico, que compreenda suas forças, conheça seu posicionamento de marca e desenvolva condições e benefícios atrativos, plano de compensação financeira, assim como um plano de crescimento e desenvolvimento de médio e longo prazo. Depois disso, é hora de estudar o mercado para acertar o alvo.

Encontrados os melhores talentos, como treiná-los e os inserir na cultura da empresa?

É importante entender que a cultura organizacional é um instrumento de gestão que ajuda a desenvolver as pessoas. E, ao contrário do que muita gente pensa, a cultura não é abstrata. Ela serve para conduzir os colaboradores a um objetivo final estabelecido pela empresa. É, na verdade, um guia que te facilita alcançar esse objetivo.

Para que a cultura da empresa seja considerada “forte” a comunicação precisa ser efetiva, frequente, transparente e objetiva, aliada às estratégias precisam ser trabalhadas diariamente.

Como garantir que a cultura da empresa seja sólida?

Uma cultura sólida materializa os valores da empresa através de ações práticas. Para que isso aconteça, é importante refletir sobre entradas, saídas, promoções de colaboradores, além de outros aspectos que impactam o dia a dia do negócio. Ou seja, é através de alguns rituais e rotinas que mostramos para as pessoas como elas devem chegar ao objetivo proposto pela organização. Vale ressaltar que a comunicação precisa ser eficiente. Afinal, o ser-humano evolui e se adapta ao meio através de ritos, gestos, falas e outros instrumentos de comunicação que nos define. Dessa forma, tudo se torna familiar, claro e sólido para o grupo.

E o ambiente da empresa? Quão importante é ele para que ela tenha resultados excepcionais?

O ambiente de trabalho pode tanto fazer a pessoa florescer quanto adoecer. Por isso, é preciso realizar um monitoramento

constante de como é o ambiente da empresa. Entender o quanto as pessoas se identificam e quais os atributos e valores consideram importantes na organização é o início de tudo. Neste contexto, o ideal é realizar pesquisas constantes, com um bom instrumento de avaliação, para que se possa medir a temperatura e o clima. Muita gente não sabe, mas o clima interno reflete, e muito, no clima externo e na percepção de marca. Portanto, este deve ser um ponto de atenção.

O Gestor também é uma peça importante neste processo. Ele precisa estar muito alinhado aos objetivos e valores do negócio, para que possa conduzir e contribuir com a jornada do colaborador. O resultado é: crescimento, engajamento e desenvolvimento que contribuem para a performance da empresa!

Qual a função da liderança nisso tudo?

A liderança tem tudo a ver com isso: o desenvolvimento das pessoas, em ser inspiração. O líder deve ser o guardião da cultura, pois tem em suas mãos as estratégias e valores da empresa. Ele é quem conduz todo o time para a mesma direção. Cabe ao líder fortalecer a cultura para disseminar os valores da empresa Isso acontece através de suas atitudes, do seu discurso e da maneira como age no dia a dia.

Acompanhar, engajar e capacitar, são alguns dos pontos que combinam com liderança, que são ponte, catalisadores ou detratores ao longo do processo de gestão. A condução da liderança diz muito sobre o sucesso ou o fracasso de um time, desde a análise da performance até o valor que se agrega à marca empregadora.

Uma ação estratégica seria criar um pipeline de liderança na empresa, uma verdadeira máquina de formação de líderes alinhados com a cultura, os valores e principalmente estratégia de negócios da empresa. Liderança é um dos maiores diferenciais competitivos de qualquer organização.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também