Na Exame, setembro é mês do bem-estar e da saúde mental

Programação de atividades da empresa traz os temas para o dia a dia dos funcionários

Qual é o papel dos negócios, dos líderes e do ambiente de trabalho na preservação do bem estar e da saúde mental dos funcionários? Esse foi um dos pontos que a pandemia trouxe para o meio da roda de discussões dentro das empresas.

Neste mês de setembro, quando também ocorre o mês de prevenção ao suicídio, numa campanha que é feita desde 2014 pela Associação Brasileira de Psiquiatria, a EXAME montou uma programação com diversas atividades para seus colaboradores. 

São palestras, cupons de descontos em serviços de bem-estar pela cidade de São Paulo e atividades práticas como um guia de mindfulness para ajudar as equipes a encontrar o tão falado equilíbrio.

Como já foi alertado pela OMS, a saúde mental foi fortemente impactada pelo isolamento social e pela crise sanitária da covid-19. Assim, o assunto tem crescido dentro das organizações e tem deixado de ser tabu, como a EXAME já mostrou aqui e aqui.

A primeira atividade organizada pela empresa acontece na próxima semana.

A cada dia será dia de uma atividade diferente, começando na segunda-feira (13) com um webinar com o mestre em psicologia Cristiano Nabuco sobre como gerenciar emoções com inteligência emocional, em parceria o Gympass.

Durante o restante da semana, as outras atividades abordarão temas como a síndrome de burnout, a prática do mindfulness e meditação guiada com programação neurolinguística. Os funcionários também poderão receber uma sessão de massagem no escritório, na quinta-feira (16).

Na outra semana, entre os dias 20 e 24, as atividades continuam. Os assuntos serão: autoestima, novas formas de tratar a depressão e motivação. Além disso, os colaboradores poderão participar de uma sessão de Reiki virtual em grupo.

Entre as marcas que estarão com cupons para os funcionários da empresa durante as semanas estão Dengo, Buddha Spa, Liv UP e Granado.

Números da Organização Mundial da Saúde mostram que a ansiedade e a depressão têm retirado da economia mundial cerca de 1 trilhão de dólares por ano.

O estudo, nomeado de Scaling-up treatment of depression and anxiety: a global return on investment analysis, também calcula que a cada um um dólar investido no tratamento dessas condições mentais, quatro dólares são obtidos como retorno. 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também