Future of Money
Acompanhe:

Tudo sobre blockchain

Apesar de ser uma tecnologia nova, prevê-se um futuro brilhante através da descentralização e da transparência de processos que a blockchain proporciona.

 (iStockphoto/iStockphoto)

(iStockphoto/iStockphoto)

D
Da Redação

Publicado em 14 de outubro de 2020, 22h41.

A tecnologia blockchain também pode ser empregada em setores tradicionais, como o da saúde. Com uma rede descentralizada, mas para a qual todos os hospitais consigam requisitar acesso, os pacientes poderão disponibilizar seus dados e informações que desejam fornecer, e selecionar com quais médicos querem compartilhar. Além disso, deixarão de armazenar informações em bancos de dados privados que podem ser negociados com redes de farmácias, por exemplo.

É importante entender que os dados do paciente são do paciente, não dos hospitais, independente se o estabelecimento é público ou privado. O blockchain também conseguirá agilizar outras questões da saúde com relação aos processos dentro e fora do hospital. Imagine que, com o blockchain, repassar as informações para acionar um seguro saúde poderá ser um processo muito mais eficiente do que o atual.

Essa tecnologia tem a capacidade de alterar todos os aspectos da economia digital. Isso inclui a realização de negócios, prestação de serviços, entretenimento, setor imobiliário. O número de aplicações diferentes é praticamente incalculável. Os usos são extremamente variados e poderíamos citar vários, mas agora vamos falar do futuro dessa tecnologia.

 

O futuro da blockchain

Dentre os muitos usos do blockchain, um deles chama a atenção para mudanças significativas na forma como vivemos em sociedade: o pagamento de impostos para o Estado.

Quando o dinheiro dos nossos impostos chegam na mão do governo atualmente, é muito difícil rastrear o dinheiro e confirmar se ele realmente foi usado para saúde, educação, infraestrutura, saneamento básico ou dezenas de outras atividades ao qual se destinam.

Com a tecnologia de blockchain, rastrear o destino dos impostos seria simples, já que as informações de transferência desses recursos são públicas. Com isso, a sociedade conseguiria agir diretamente contra a corrupção, por exemplo, usando tecnologias digitais simples para resolver um dos grandes problemas do Brasil e do mundo hoje, e que também afeta negativamente os negócios.

Para recapitular: os principais aspectos da tecnologia blockchain são a transparência de processos e das informações; a descentralização da rede, que garante a confiabilidade dos dados; a segurança digital, por conta da criptografia; e a integridade da rede, por conta de processos claros, envolvendo diversos computadores diferentes confirmando e validando cada informação que é armazenada na rede. “O blockchain é o futuro e veio para ficar”, ressalta o professor Serguei Popov.