Startup americana de softwares de agro anuncia chegada ao Brasil

Criada em 2018, empresa deve faturar 12 milhões este ano com início das operações no Brasil; empresa conta com 18 mil usuários nos EUA, México e Honduras
Softwares de gestão e finanças do campo: americana GrainChain chega ao Brasil (Getty Images/Getty Images)
Softwares de gestão e finanças do campo: americana GrainChain chega ao Brasil (Getty Images/Getty Images)
Carla Aranha
Carla AranhaPublicado em 29/06/2022 às 09:48.

Com meta em um faturamento estimado de 12 milhões de dólares este ano, a startup americana GrainChain, de softwares direcionados para a cadeia do agronegócio, acaba de anunciar sua chegada ao Brasil, segundo informações antecipadas pela Exame. O modelo de negócios no país nasce junto a uma empresa parceira, a MasterBarter, fintech que realiza a troca de insumos por crédito rural por meio de soluções baseadas em blockchain, com clientes como a Basf.

Com usuários nos Estados Unidos, México e Honduras, a GrainChain é especializada em ferramentas de fluxo de trabalho dos diferentes estágios da cadeia de suprimentos, com destaque para a gestão logística, rastreabilidade e transações financeiras.

“A tecnologia vem transformando a agricultura global e, com as ferramentas certas aplicadas da forma correta, pode oferecer mais transparência e confiabilidade, além de uma liquidez sem precedentes”, diz Luis Macias, CEO e co-fundador da GrainChain.

A startup conta hoje com mais de 18 mil usuários. No ano passado, a receita chegou a quase 2 milhões de dólares. Criada em 2018, a empresa levantou 11 milhões de dólares em investimento em 2020.

LEIA MAIS: