Produtora do interior de São Paulo vira rainha do avocado e fatura R$ 50 mihões; veja vídeo

No ano passado, a fazenda, em Bauru (SP), produziu 5 mil toneladas da fruta, exportada para 8 países; produtora mostra receita de guacamole da família e sistema de produção do avocado
Ligia Carvalho, da fazenda Jaguacy: produção de 5 mil avocados por ano (Marcio Komesu/Exame)
Ligia Carvalho, da fazenda Jaguacy: produção de 5 mil avocados por ano (Marcio Komesu/Exame)
Carla Aranha
Carla Aranha

Publicado em 29/07/2022 às 09:25.

Última atualização em 30/07/2022 às 18:38.

Aos quatro anos de idade, a produtora rural Ligia Carvalho já ajudava os pais, Paulo Leite de Carvalho e Maria Cristina Falanghe Carvalho, a embalar as frutas produzidas na fazenda da família, a Jaguacy. Na época, a propriedade, localizada em Bauru, no interior de São Paulo, tinha 20 hectares e produzia abacates tropicais.

De olho nas tendências de mercado, a família começou a cultivar avocados em 1981. “Meus pais foram visionários”, diz Ligia, que hoje é responsável pela área de marketing e porta-voz da empresa. “Na época, já tinha demanda por avocados na Europa, embora poucos produtores brasileiros tivessem consciência disso”. Assista aqui ao episódio especial do programa Exame Agro sobre a Jaguacy.

Atento ao potencial do mercado internacional, a família resolveu mandar uma carta para o governo da França, no início dos 80, para tentar abrir as portas dos varejistas e importadores europeus para os avocados produzidos no interior de São Paulo. Com a demanda em alta na Europa, não demoraram a surgir os primeiros pedidos para aquisições da fruta cultivada pelos Carvalho.

Hoje, a fazenda Jaguacy é considerada a maior produtora e exportadora de avocados do Brasil. Em 2021, produziu 5 mil toneladas da fruta em mais de 800 hectares no interior de São Paulo e exportou 110 conteinêires -- empresa responde por quase 80% dos embarques de avocado brasileiro. A Jaguacy também tem investido na produção de guacamole e azeite extraído da polpa do avocado. Juntos, esses produtos representam mais de 5% das vendas da empresa.

O faturamento alcança 50 milhões de reais por ano atualmente, cinco vezes mais do que o resultado conquistado há dez anos. Neste ano, a expectativa é chegar a 56,6 milhões de reais em vendas. O planejamento estratégico prevê a diversificação do portfólio e investimentos em produtos feitos a partir do avocado.

A Jaguacy pretende dar início às exportações de guacamole para a Europa a partir do final deste ano. “É um mercado altamente promissor que pode pavimentar nossa trajetória de crescimento internacional”, diz Ligia. Atualmente, a empresa exporta a fruta in natura para países da União Europeia, Canadá e Oriente Médio, com destaque para os Emirados Árabes, além de Uruguai e Argentina.

O mercado doméstico também segue em expansão. “O consumo no Brasil aumentou cerca de 20% nos últimos anos e deve continuar crescendo”, diz Ligia. A área de cultivo tem crescido exponencialmente -- passou de mil hectares em 2016 para 9 mil hectares no ano passado, segundo a Associação Abacates do Brasil. Hoje, a produção é de quase 300 mil toneladas por ano. “O avocado caiu no gosto dos brasileiros, inclusive por causa de suas propriedades nutricionais”.

LEIA MAIS:

Notícias exclusivas de agro e o que movimenta o mercado

Você já conhece a newsletter semanal EXAME Agro? Você assina e recebe na sua caixa de e-mail as principais notícias sobre o agronegócio, assim como reportagens especiais sobre os desafios do setor e histórias dos empreendedores que fazem a diferença no campo.

Toda sexta-feira, você também tem acesso a notícias exclusivas, o que move o mercado e artigos de especialistas.