• AALR3 R$ 20,01 -0.30
  • AAPL34 R$ 70,99 3.76
  • ABCB4 R$ 16,93 1.62
  • ABEV3 R$ 14,23 0.14
  • AERI3 R$ 3,76 -0.53
  • AESB3 R$ 10,81 -1.01
  • AGRO3 R$ 31,09 -1.11
  • ALPA4 R$ 22,80 2.84
  • ALSO3 R$ 19,15 1.59
  • ALUP11 R$ 26,48 -0.08
  • AMAR3 R$ 2,52 -2.70
  • AMBP3 R$ 31,84 -1.58
  • AMER3 R$ 21,57 0.33
  • AMZO34 R$ 3,52 4.14
  • ANIM3 R$ 5,51 -0.72
  • ARZZ3 R$ 83,00 2.13
  • ASAI3 R$ 15,78 -1.93
  • AZUL4 R$ 20,92 -0.14
  • B3SA3 R$ 12,68 2.18
  • BBAS3 R$ 37,07 -1.04
  • AALR3 R$ 20,01 -0.30
  • AAPL34 R$ 70,99 3.76
  • ABCB4 R$ 16,93 1.62
  • ABEV3 R$ 14,23 0.14
  • AERI3 R$ 3,76 -0.53
  • AESB3 R$ 10,81 -1.01
  • AGRO3 R$ 31,09 -1.11
  • ALPA4 R$ 22,80 2.84
  • ALSO3 R$ 19,15 1.59
  • ALUP11 R$ 26,48 -0.08
  • AMAR3 R$ 2,52 -2.70
  • AMBP3 R$ 31,84 -1.58
  • AMER3 R$ 21,57 0.33
  • AMZO34 R$ 3,52 4.14
  • ANIM3 R$ 5,51 -0.72
  • ARZZ3 R$ 83,00 2.13
  • ASAI3 R$ 15,78 -1.93
  • AZUL4 R$ 20,92 -0.14
  • B3SA3 R$ 12,68 2.18
  • BBAS3 R$ 37,07 -1.04
Abra sua conta no BTG

Ipea reduz previsão de crescimento do PIB da agropecuária para 1%

Estiagem em alguns dos principais Estados produtores de soja deve prejudicar desempenho do setor; milho e pecuária seguem tendência de alta
Seca no início do ano deve prejudicar safra de soja (Divulgação/Wenderson Araujo/CNA)
Seca no início do ano deve prejudicar safra de soja (Divulgação/Wenderson Araujo/CNA)
Por Carla AranhaPublicado em 23/03/2022 17:45 | Última atualização em 23/03/2022 17:45Tempo de Leitura: 2 min de leitura

Diante da revisão da perspectiva de produção de soja este ano, em função da estiagem em alguns dos principais Estados produtores, o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) reduziu a estimativa de expansão do PIB da agropecuária para 2022. Na atual conjuntura, a expectativa de crescimento é de 1%, ante os 2,8% previstos anteriormente.

“A revisão do valor adicionado da produção vegetal passou de um crescimento de 2,6% para uma queda de 0,3%”, informa o Ipea em seu último relatório.

Inscreva-se e participe do SuperAgro 2022, um evento EXAME que discute a relevância do agronegócio com players do mercado. Não fique de fora!

O crescimento do PIB da pecuária também sofreu um corte em razão da alta dos preços e uma menor demanda por proteínas. Com isso, o total de receitas gerado pela produção animal caiu de 3,6% para 3%.

O tombo da agropecuária poderia ser ainda maior não fosse o bom desempenho previsto para uma série de cultura, entre elas o milho, que deve crescer 24%, a cana-de-açúcar (20,6%) e o café (13,4%). Em 2021, condições climáticas adversas impactaram as colheitas, que devem se recuperar neste ano.

Em relação a aves e suínos, também há boas perspectivas, com crescimento de 3% e 4,5%.