Bolsonaro abre maior feira de agro do país e fala sobre Daniel Silveira

Agrishow, em Ribeirão Preto, deve reunir 150 mil pessoas e movimentar 6 bilhões de reais
Agroshow: Durante o evento, Bolsonaro também disse que a Organização Mundial do Comércio (OMC) fez um apelo para que o Brasil aumente a exportação de alimento (Alan Santos/PR/Flickr)
Agroshow: Durante o evento, Bolsonaro também disse que a Organização Mundial do Comércio (OMC) fez um apelo para que o Brasil aumente a exportação de alimento (Alan Santos/PR/Flickr)
Por Carla Aranha, de Ribeirão PretoPublicado em 25/04/2022 11:35 | Última atualização em 25/04/2022 11:35Tempo de Leitura: 2 min de leitura

O presidente Jair Bolsonaro abriu a Agrishow, maior feira de agronegócio do país, em Ribeirão Preto (SP) nesta segunda, dia 25. Acompanhado de autoridades e parlamentares, como os ministros Joaquim Leite, e Marcos Montes, da Agricultura, Bolsonaro discursou para uma plateia formada por produtores rurais. Bolsonaro abordou a questão do indulto concedido ao deputado federal Daniel Silveira (PTB-RJ). “O indulto é constitucional”, afirmou o presidente. Silveira foi condenado pela Supremo Tribunal Federal (STF) a oito anos e nove meses de prisão por ataques verbais a membros da Corte.

Durante o evento, Bolsonaro também disse que a Organização Mundial do Comércio (OMC) fez um apelo para que o Brasil aumente a exportação de alimento — a guerra na Ucrânia e as sanções à Rússia tiraram do mercado internacional cerca de 30% do milho consumido mundialmente, além de outros cereais, e agravou a crise dos fertilizantes, produzidos majoritariamente pela Rússia e Bielorrússia.

O ex-ministro Tarcísio de Freitas, da Infraestrutura, em campanha pela eleição estadual em São Paulo, também participou da cerimônia de abertura.

A 27a edição da Agrishow, que volta a ser realiza de forma presencial após dois anos suspensa em função da pandemia, deve reunir um público de 150 mil pessoas. O evento acontece até esta sexta, dia 29. Mais de 800 expositores nacionais e internacionais devem apresentar novidades como caminhões autônomos, tratores gigantes e capacetes que permitem transmissão ao vivo de tudo o que acontece no campo.

A feira deve movimentar 6 bilhões de reais, segundo os organizadores, devido a uma demanda reprimida por inovação no agronegócio, principalmente no que diz respeito a maquinário. Multinacionais como Case IH, John Deere e outros fabricantes devem realizar lançamentos de colheitadeiras e tratores. A Bayer e outros produtores de defensivos e sementes também estão presentes na Agrishow.

LEIA TAMBÉM: