• AALR3 R$ 20,01 -0.30
  • AAPL34 R$ 70,69 3.32
  • ABCB4 R$ 16,93 1.62
  • ABEV3 R$ 14,21 0.00
  • AERI3 R$ 3,74 -1.06
  • AESB3 R$ 10,82 -0.92
  • AGRO3 R$ 31,17 -0.86
  • ALPA4 R$ 22,73 2.53
  • ALSO3 R$ 19,21 1.91
  • ALUP11 R$ 26,43 -0.26
  • AMAR3 R$ 2,53 -2.32
  • AMBP3 R$ 31,84 -1.58
  • AMER3 R$ 21,49 -0.05
  • AMZO34 R$ 3,51 3.85
  • ANIM3 R$ 5,51 -0.72
  • ARZZ3 R$ 82,43 1.43
  • ASAI3 R$ 15,80 -1.80
  • AZUL4 R$ 20,96 0.05
  • B3SA3 R$ 12,70 2.34
  • BBAS3 R$ 37,05 -1.09
  • AALR3 R$ 20,01 -0.30
  • AAPL34 R$ 70,69 3.32
  • ABCB4 R$ 16,93 1.62
  • ABEV3 R$ 14,21 0.00
  • AERI3 R$ 3,74 -1.06
  • AESB3 R$ 10,82 -0.92
  • AGRO3 R$ 31,17 -0.86
  • ALPA4 R$ 22,73 2.53
  • ALSO3 R$ 19,21 1.91
  • ALUP11 R$ 26,43 -0.26
  • AMAR3 R$ 2,53 -2.32
  • AMBP3 R$ 31,84 -1.58
  • AMER3 R$ 21,49 -0.05
  • AMZO34 R$ 3,51 3.85
  • ANIM3 R$ 5,51 -0.72
  • ARZZ3 R$ 82,43 1.43
  • ASAI3 R$ 15,80 -1.80
  • AZUL4 R$ 20,96 0.05
  • B3SA3 R$ 12,70 2.34
  • BBAS3 R$ 37,05 -1.09
Abra sua conta no BTG

STJ manda prender homem que atropelou filho de Cissa Guimarães

Pena havia sido convertida em prestação de serviços à comunidade pelo Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ), mas STJ acatou recurso
Preso: Rafael Bussamra atropelou e matou o filho da atriz Cissa Guimarães, Rafael Mascarenhas (Getty Images/Fernanda Calfat Studio/LatinContent/)
Preso: Rafael Bussamra atropelou e matou o filho da atriz Cissa Guimarães, Rafael Mascarenhas (Getty Images/Fernanda Calfat Studio/LatinContent/)
Por Renata Batista, do Estadão ConteúdoPublicado em 21/12/2018 20:19 | Última atualização em 21/12/2018 20:34Tempo de Leitura: 2 min de leitura

Rio de Janeiro - O Superior Tribunal de Justiça (STJ) acatou o recurso do Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) e determinou a prisão de Rafael Bussamra. Ele atropelou e matou o filho da atriz Cissa Guimarães e do músico Raul Mascarenhas, Rafael Mascarenhas.

O caso ocorreu em 2010. Rafael Mascarenhas andava de skate no túnel acústico que liga a Gávea a São Conrado quando foi atropelado por Rafael Bussamra, que participava de uma corrida ilegal de automóveis. Em 2016, Bussamra foi condenado à pena de 3 anos e 6 meses em regime semiaberto, mas a pena foi convertida em prestação de serviços à comunidade pelo Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ).

O MPRJ recorreu e a decisão foi publicada na quarta-feira, 19. O STJ considerou que a conversão da pena precisa observar também a conduta social e personalidade do condenado e não apenas o prazo da pena, como foi feito pelo TJRJ em 2016, e acatou o recurso. A determinação afeta também Roberto Bussamra, pai de Rafael. Ele terá que cumprir a pena de 3 anos 10 meses em regime semiaberto por corrupção ativa.

Procurado, o TJRJ informou que ainda não foi oficiado da decisão do STJ e ainda não determinou as prisões.