Trader diz que é possível aprender a operar na Bolsa até em 30 dias

Atuando no mercado financeiro desde os 19 anos, Joaquim Paiffer fala sobre os desafios de ser trader no Brasil e os passos para entrar na área

Em um primeiro momento, a profissão de trader parece ser apenas para especialistas que passaram anos estudando o mercado financeiro. A experiência com certeza aperfeiçoa a prática, mas para Joaquim Paiffer, trader e sócio fundador da Atom, “para os mais acelerados, é possível aprender a operar na bolsa de valores em até 30 dias”.

Mas ele, que começou no mercado financeiro aos 19 anos, afirma que a velocidade é o fator menos importante no processo de aprendizado. “Quem gosta de estudar com calma e tranquilidade, são pelo menos seis meses para aprender a profissão, mas cada um tem o seu tempo e não é preciso se preocupar com a velocidade que os outros aprendem porque esse processo é algo para você crescer”, diz.

O trader explica que a profissão não é algo fácil de aprender, e exige dedicação, determinação e vontade de superar a zona de conforto. “É algo muito dinâmico, algo que te desafia, e esse desafio também é o que motiva nesse meio”, afirma Paiffer.

Com 15 anos de experiência na área, no início da carreira Joaquim fundou a Atom junto com a irmã Carol Paiffer. A empresa surgiu quando os irmãos se uniram a dois traders e iniciaram o projeto com capital próprio de 1 milhão de reais. Em um campeonato que durou três meses, a empresa fez a primeira seleção de traders, que a levou a ser uma companhia que treina operadores da bolsa de valores.

Hoje, o foco da Atom é treinar, avaliar pessoas e dar dinheiro para que elas operem, e, nesse processo de estruturação de negócios, os fundadores perceberam a defasagem de educação financeira na população.

Veja também:
Os primeiros passos para investir na bolsa

Para o sócio da Atom, o maior desafio da área hoje é romper as crenças: “As pessoas têm uma imagem não muito positiva sobre traders e bolsa de valores, principalmente no Brasil. Até pouco tempo todas as informações sobre a área eram de muito difícil acesso, hoje que está mudando, mas essa grande transformação aconteceu nos últimos 5 ou 6 anos. Isso facilita o acesso ao mercado financeiro, mas as crenças se mantém e fazem com que muitas pessoas deixem de ver essa nova oportunidade no mercado financeiro”.

No Brasil, praticamente metade da população está endividada e apenas 38% das pessoas conseguiram guardar algum dinheiro em 2019. De acordo com a pesquisa “Raio X do Investidor Brasileiro”, feita pela Anbima, do total de brasileiros que conseguiram poupar alguma quantia, nem metade investiu.

Este déficit de conhecimento estimulou a Atom a abrir uma nova frente de negócios recentemente. A Atom Educacional se coloca como uma porta de entrada para o mercado financeiro, com o objetivo de levar não só este conhecimento mas também a oportunidade de uma nova profissão, a de trader.

“Hoje nós temos uma companhia que resolve dois problemas, a parte educacional e a parte financeira, que é financiar as pessoas para operar o nosso capital sem risco para elas. Hoje qualquer pessoa pode aprender a ser trader. Temos pessoas com formação apenas no ensino fundamental que são excelentes traders e excelentes resultados”, explica Paiffer.

A promessa da empresa é de treinar desde pessoas que não têm nenhum conhecimento na área até os mais entendidos do assunto. “A Atom oferece a solução para as duas principais dificuldades que eu tive no meu início de carreira, acesso à educação, e capital. A empresa oferece a oportunidade de operar com o nosso capital sem risco para a pessoa. Nós temos uma avaliação individual que seleciona as pessoas que têm um desempenho satisfatório e passam a operar o nosso capital sem risco para ela”, conclui Paiffer.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?

Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?

Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis

Já é assinante? Entre aqui.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.